A dieta do índice glicêmico emagrece?


A dieta do índice glicêmico ganhou destaque no mundo fitness.

Há algum tempo atrás era raro ouvir falar no termo índice glicêmico (IG).

Havia uma procura basicamente por dietas pobres em gordura e ricas em carboidratos.

Agora, temos um novo panorama! A procura por dietas baixas em carboidratos aumentou.

A dieta do índice glicêmico: Saiba como tudo funciona no seu organismo.

Pronto para começar? Então vamos lá!

A insulina, hormônio produzido pelo pâncreas leva glicose para dentro da célula.

Para que você faça então:

– Sua aula de aeróbica;

– Uma caminhada;

– Ou simplesmente as tarefas domésticas

Você precisa de energia, certo?

Esta energia vem da glicose e da gordura dos alimentos.

A insulina vai atuar fazendo:

1) O transporte da glicose para os músculos e tecidos, nutrindo seu corpo;

2) Trabalha juntamente com o glucagon (outro hormônio) para manter o equilíbrio do organismo.

3) Se os níveis de glicose sobem demais o corpo libera mais insulina.

4) Se os níveis de glicose caem demais o seu organismo de forma inteligente libera glucagon;

5) A insulina bloqueia a utilização das gorduras como fonte de energia. Neste caso, ao invés de queimar gordura, você armazena enquanto tudo não se equilibrar.

6) O glucagon favorece a queima das gorduras utilizando-as como fonte de energia.

No caso de número 5 ao invés de queimar gordura, você armazena enquanto tudo não se equilibrar.

Se seu objetivo é perder peso e condicionar seu corpo para não sofrer com as gordurinhas indesejáveis, conheça um pouco mais sobre a dieta do índice glicêmico.

Como a dieta do índice glicêmico ajuda a emagrecer?

Na dieta do índice glicêmico o objetivo é controlar a velocidade com a qual o alimento vai ser absorvido pelo organismo.

Além de medir o quanto este alimento vai elevar os níveis de açúcar no seu sangue.

Para isso, utiliza-se o medidor conhecido como índice glicêmico.

Incluindo um cardápio com baixo índice glicêmico os alimentos serão absorvidos mais lentamente.

Isso vai te ajudar a ficar satisfeito por mais tempo, controlando melhor seu apetite.

Controlando melhor seu apetite você consegue perder e manter o peso.

Viu como a dieta do índice glicêmico pode ser sua aliada para conquistar a boa forma?

 

Alimente seu corpo de forma saudável: O excesso de carboidratos prejudica a perda de peso e traz doenças.

Você consome muito carboidrato? Se sua resposta foi sim, alerta vermelho!

Todo carboidrato vira açúcar no sangue.

Além disso, uma alimentação rica em carboidratos simples e/ou refinados (batata, pão francês, arroz branco) sem nenhuma fibra desiquilibra seu organismo.

Acredite! O excesso de carboidratos aumenta o seu apetite.

De maneira direta e simplificada, quanto mais carboidratos você ingere, mais rápido o açúcar cai no sangue.

Quanto mais rápido o alimento é absorvido, mais rápido você volta a sentir fome.

Com certeza, não é isso que você deseja não é?

Durante todo processo de digestão dos carboidratos que você consome em excesso quem sofre é o seu organismo.

Ele trabalha mais para liberar mais insulina e “varrer” todo o excesso de açúcar no sangue.

Aí está o perigo! Você pode desenvolver a resistência à insulina.

A resistência à insulina ocorre por sobrecarga do pâncreas, que não consegue mais produzir insulina em quantidade suficiente.

Você pode se tornar então diabético.

Excesso de carboidratos e diabetes tipo 2 – Uma doença silenciosa!

A dieta do índice glicêmico pode prevenir ou estabilizar o diabetes tipo 2, auxiliando as pessoas com a doença.

O diabetes tipo 2 pode ser desenvolvido por vários fatores:

  • Fatores genéticos: a pessoa já nasce com pré-disposição a desenvolver a doença;
  • Obesidade (principalmente a abdominal)
  • Sedentarismo
  • Maus hábitos alimentares.

Quais os alimentos permitidos na dieta do índice glicêmico?

Frutas: Abacate, carambola, cereja, damasco, figo, goiaba, laranja, maçã, pera, pêssego, tangerina.

Hortaliças: Abobrinha, acelga, agrião, aipo, alface, alho, almeirão, aspargo, berinjela, brócolis, broto de alface, cebola, cebolinha, cenoura, chicória, coentro, cogumelo, couve, couve-flor, espinafre, jiló, palmito, pepino, pimentão, quiabo, rabanete, rúcula, repolho, salsa, tomate e vagem.

Leguminosas: Feijão, lentilha, ervilhas, soja, grão-de-bico.

Carnes: Cortes magros, sem gordura como peixes e frango sem pele.

Oleaginosas: Nozes, amendoim e castanhas.

Adoçantes naturais como frutose e stévia.

Leites e derivados desnatados.

Alimentos proibidos na dieta do índice glicêmico.

  • Alimentos feitos com farinhas refinadas;
  • Macarrão, pão francês, bolos, biscoitos;
  • Açúcar refinado, mascavo, mel, melado, e refrigerantes;
  • Arroz branco, batata e milho;
  • Frutas: Abacaxi, banana, mamão, manga, melancia, melão, uva passa, caqui, fruta do conde, kiwi, morango.
  • Adoçantes artificiais: sacarina, ciclamato, aspartame.

Conheça os benefícios da dieta do índice glicêmico

– É uma dieta variada, não faz restrições de grupos alimentares.

– Controla os níveis de glicose no sangue devido ao baixo índice glicêmico dos alimentos.

– Pode ser feita por pessoas com diabetes.

Dica: É importante o acompanhamento nutricional, para avaliar melhor os alimentos a serem incluídos na dieta, esclarecendo suas dúvidas.

Conheça 10 passos para ter sucesso e emagrecer com a dieta do índice glicêmico:

1) Dê preferência para os alimentos com fibras:

São alimentos de baixo índice glicêmico (próximo de 50) como:

– Arroz integral

– Farinha integral

– Cereais

– Leguminosas

– Legumes e verduras à vontade.

2) Faça exercícios regularmente:

Estudos comprovam que os níveis de glicose e insulina reduzem após a prática de atividade física.

3) Coma alimentos ricos em Ômega-3:

– Tem efeito nos hormônios

– Melhora o humor

– Ajuda a melhorar o metabolismo

– Melhora a sensibilidade à insulina

– Reduz os níveis de triglicérides

4) Beba chá verde

– Reduz a absorção de glicose pelo tecido adiposo auxiliando na perda de peso.

– Estimula o músculo a captar glicose.

5) Inclua diariamente fontes de vitamina E:

– A vitamina E é um antioxidante solúvel em gordura

– Elimina radicais livres

– Melhora a ação da insulina

– Os alimentos integrais vão te fornecer a vitamina E

6) Evite alimentos processados e fast-food:

Contribuem para o ganho de peso e consequentemente a resistência à insulina, levando a obesidade e ao diabetes.

7) Se acalme para emagrecer!

O stress está relacionado com o aumento da resistência à insulina e leva a obesidade.

Portanto, relaxe!

8) Mantenha o equilíbrio na alimentação:

Não encare os alimentos com alto índice glicêmico como vilões da sua dieta.

Apenas busque manter uma dieta equilibrada de acordo com suas necessidades calóricas.

 

9) Tenha boas horas de sono.

Dormir bem deve fazer parte da rotina de quem quer emagrecer.

10) Mantenha sua meta:

Para que você alcance seus objetivos, é importante ter suas metas em mente.

O peso ideal é aquele que você se sente bem certo?

Então, utilize os benefícios da dieta do índice glicêmico e vá em frente.

Com ela você irá garantir um emagrecimento saudável e duradouro.

Dieta alcalina, veja como funciona

Gostou, compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *